Descubra o tratamento mais indicado para você em nosso TESTE ON-LINE

Tratamento para melasma: descubra como funciona

Melasma tem cura? Qual o melhor tratamento para melasma? O que causa esse problema? Hoje aqui responderemos essas e outras questões sobre esse problema de pele.

Os problemas que acometem a pele não afetam apenas a parte estética do paciente, mas também causam danos à sua autoestima.

É por isso que queremos trazer conforto para você ao te mostrar que o [cta_zendesk]melasma[/cta_zendesk] é um problema que pode ser tratado e é possível obter bons resultados.

Mas antes, vamos conhecer mais sobre ele e esclarecer algumas questões importantes.

Tratamento para Melasma: Dr. Szerman explica:

O que é melasma?

Esse é um [cta_zendesk]problema de pele[/cta_zendesk] caracterizado pelo surgimento de manchas escuras na região da face. Contudo, ele pode também afetar outras áreas do corpo como braços, pernas, pescoço, etc.

O melasma acomete tanto mulheres quanto homens, porém é mais comum nas mulheres. E a sua causa pode variar: exposição solar sem proteção (ocorrendo hiperpigmentação), uso de anticoncepcionais, alterações hormonais que acontecem na gravidez, entre outras.

Há ainda fatores genéticos que podem influenciar no surgimento das manchas escuras, por exemplo: mulheres morenas e negras têm mais chances de terem melasma do que mulheres brancas.

Existem também estudos que mostram que a luz invisível (presente em celulares, tablets, etc.) tem uma certa influência na produção de radicais livres, radicais esses que causam danos, inclusive, aos melanócitos (responsáveis pela produção de pigmento na pele).

Principais sinais de melasma

Basicamente, o melasma é um problema que surge como manchas escuras ou então acastanhadas no rosto. Principalmente em regiões como testa, maçã do rosto, nariz ou acima do lábio superior (buço).

O melasma também pode surgir em outras partes do corpo, como pescoço, colo e braços. A tonalidade das manchas pode variar de acordo com o tom da pele do paciente. Além disso, seu formato é bastante irregular e normalmente simétrico.

Identificando a presença de qualquer mancha amarronzada e sem forma definida na pele, o ideal é buscar a ajuda de um dermatologista para diagnosticar o problema e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Mitos e verdade sobre o melasma

Existem algumas dúvidas e mitos em torno desse problema de pele. Abaixo separamos algumas das principais questões sobre melasma para ajudar você a entender melhor sobre o assunto.

1. A pele negra tem mais propensão a melasma que a pele branca

Verdade. A pele negra produz mais melanina que a pele branca. E quanto maior for a produção de melanina, maior será a tendencia ao melasma. Por isso, pessoas com tom de pele negra, são mais propensas a desenvolver esse problema de pele.

2. Quem possui melasma pode se expor ao sol

Mito. Qualquer pessoa com melasma deve evitar expor sua pele a radiação solar, tendo em vista que este é um dos grandes vilões para quem sofre com esse problema de pele. Por isso, usar protetor solar é indispensável nesses casos.

3. Só há um tipo de melasma?

Mito. Existe mais de um tipo de melasma. E para definir o tipo exato, é necessário passar por uma avaliação dermatológica.

Qual é o melhor tratamento para melasma?

Há diversos tratamentos hoje em dia focados no melasma, mas o mais recomendado é o Laser Frio de CO2. Esse Laser penetra na pele sem causar calor, devido a ser pulsado e fracionado e ter sua frequência regulada, o que evita danos a sua pele e torna o procedimento mais cômodo.

E o segundo tratamento que nossos especialistas em dermatologia recomendam é o peeling.

No caso do peeling, ele é mais recomendado para aquelas manchas mais superficiais. Enquanto que o Laser Frio de CO2 Deka (que é o que trabalhamos aqui na Clínica de Pele) é indicado para manchas mais profundas e mais resistentes.

O que é Laser frio?

É chamado de Laser Frio porque emite baixos níveis de luz, o que não causa aquecimento do tecido da pele. E para isso é feita uma calibração do aparelho pelo especialista que realizará o procedimento.

Esse Laser estimula a melhora do aspecto da pele. O Laser Frio de CO2 atua por meio da fotobioestimulação, fazendo com que as toxinas sejam eliminadas, uma vez que a luz desse Laser penetra a pele e vai até as células, estimulando ainda o metabolismo. E isso ainda faz com que haja uma melhor oxigenação para o sangue e as células.

É importante que você busque um profissional reconhecido e recomendado para realizar esse tratamento para melasma e ter bons resultados. Assim, a gente sempre recomenda que você pesquise bastante antes, pois pessoas com melasma possuem uma pele mais sensível e requerem cuidado especial. Ouça abaixo um áudio onde o Dr. Szerman explica mais detalhes sobre o Laser de CO2:

O que é peeling?

Já o segundo tratamento para melasma que mencionamos é o Peeling. E ele é uma forma de [cta_zendesk]tratar melasma[/cta_zendesk] e outros tipos de manchas mais superficiais.

O Peeling mais recomendado aqui é o Peeling Químico. Basicamente, o que se faz aqui é aplicar um agente esfoliante sobre a pele (fazendo o uso de um ácido). Como resultado, ele estimula a produção de pele nova, por assim dizer.

E alguns dos ácidos mais utilizados são: ácido tricloroacético, ácido retinóico, ácido lático, ácido glicólico, etc.

Os agentes que fazem parte da substância utilizada no Peeling afetam a produção ou a transferência da melanina.

E com essa esfoliação e renovação da pele, bem como da diminuição da produção e transferência da melanina, então as manchas vão sendo atenuadas de forma gradativa. Ou seja, a cada sessão de peeling o paciente vai notando os resultados.

O tratamento para melasma pode ser complementado com creme clareador de melasma. Não existe o melhor clareador de melasma, a resposta de cada paciente é individual e por isto é importante importante o acompanhamento médico.

Dúvidas sobre o tratamento

Qual a melhor estratégia para tratar as manchas tipo melasma?

O melasma é uma distúrbio pigmentar caracterizado por manchas escuras no rosto, como consequência do aumento de melanina na pele. Ocorre mais frequentemente em mulheres e afeta, em média, 10% dos homens. Quando as manchas aparecem após a gravidez, dá-se o nome de cloasma.
No tratamento das manchas e do brilho da pele, os peelings atuam como um remédio e devem permanecer no rosto por aproximadamente 8 horas, depois de aplicado.
O melasma é uma mancha, que apesar de não causar intercorrências clínicas, provoca frequentemente um grande incômodo estético e psicológico aos pacientes.
O tratamento moderno e atual do melasma inclui sessões de peeling e LASER Fracionado + pulsado (CO2). É fundamental informar que o uso do LASER no melasma deve ser muito bem avaliado e realizado preferencialmente com a tecnologia Fracionada e Pulsada de LASER frio (utilizamos o CO2 Smatxide Deka). Esse tipo de Laser possui uma tecnologia avançada que permite um maior controle da área tratada emitindo pulsos de Laser frio, o que protege a pele do temido “efeito rebote” do melasma.
Já para o tratamento de manchas de sol e da idade, podemos incluir também a Luz Pulsada. A Luz Intensa Pulsada (IPL) Harmony AFT 540 é um sistema de emissão de luz não coerente na faixa de 500 a 1200nm em que cada comprimento de onda possui uma finalidade terapêutica. Para tratar as manchas, o HarmonyXL usa filtros em uma faixa de luz compatível com a melanina e a hemoglobina, atuando assim com grande eficácia na pigmentação escura (melanina) e na azulada ou arroxeada (hemoglobina).

O Laser dói?

O procedimento costuma ser muito bem tolerado. Por ter a tecnologia pulsada, o Laser Deka penetra gradualmente nas camadas profundas da pele, sem causar a agressão que a maioria dos outros Lasers causam. Além disso, utilizamos um creme anestésico potente e um resfriador de pele (Freddo) que emite um jato de ar gelado à menos 30 graus para o maior conforto dos pacientes.

Como o tratamento evolui?

Os peelings costumam oferecer um bom resultado para as manchas mais superficiais. O Laser é mais indicado para as manchas mais profundas e resistentes.

Quanto custa um peeling para tirar melasma?

Enquanto isso, o valor de cada sessão de peeling gira em torno de R$ 250 a R$ 400. Mas isso ainda vai depender do produto utilizado. Por isso, é impossível dar um valor exato, pois cada clínica possui uma tabela de preços que ainda varia conforme a região.

No caso do Peeling, a quantidade de sessões para tratar melasma varia entre 5 a 10 sessões. Essa é a quantidade que recomendamos, porém, do mesmo modo que o Laser Frio de CO2, a quantidade extada dependerá da gravidade do seu problema e outros fatores.

Como é a recuperação?

Dr. Szerman explica sobre a recuperação após o tratamento para melasma

Cada tratamento para melasma citado aqui possui um certo tempo de recuperação e efeitos.

O Peeling, por exemplo, pode deixar a pele do paciente com um pouco de descamação (a famosa casquinha) e um pouco avermelhada. Mas não há nenhum tipo de desconforto e o médico recomendará o que pode e o que não pode fazer depois da realização do procedimento.

Enquanto que o Laser Frio de CO2 requer que, após o tratamento, evite-se o sol, não faça depilação no local usando quaisquer produtos (como cera), use filtro solar, entre outras. E essas mesmas recomendações ainda valem para o Peeling.

Aqui na Clínica de Pele – Dr. Szerman nós deixamos o paciente a parte de tudo antes de realizar o tratamento. Ou seja, nós explicamos como funciona cada etapa (antes, durante e após o tratamento) e assim o paciente sabe o que fazer e o que não fazer em cada uma delas.

Antes e depois melasma

A seguir você pode conferir algumas fotos de antes e depois dos nossos pacientes em tratamento para melasma feito aqui em nossa clínica:

Gostou do que viu? Fale como a Clínica de pele e tire todas as suas dúvidas sobre o tratamento para melasma.

Veja os artigos mais recentes:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
×