Qual é o melhor tratamento para o seu caso?

Clínica de Pele
CRM 5276961-4

(21) 3005-3193

Tipos de Melasma:  Conheça os 3 principais e saiba como trata-los

tipos de melasma 1

COMPARTILHE ESTE CONTEÚDO:

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o Melasma é uma condição que leva ao surgimento de manchas no rosto parecidas como sardas.

Elas podem aparecer na testa, na região dos lábios, nas bochechas ou até mesmo em outras partes do corpo, como nos antebraços por exemplo. Agora, o que pouca gente sabe é que existem diferentes tipos de melasma.

Também conhecida como cloasma, essa condição pode surgir em diferentes formatos na pele.

Por isso, entender mais sobre os tipos de melasma existentes e suas características é fundamental para um diagnóstico precoce e a escolha do melhor tratamento em cada caso.

Sabendo disso, preparamos esse artigo completo onde explicaremos tudo o que precisa saber sobre os tipos de melasma. Confira!

Perguntas frequentes sobre Melasma: Dr. Szerman explica:

O que leva ao aparecimento do melasma?

Basicamente, o Melasma é um problema de pele que surge devido a produção em excesso dos melanócitos, que são as células responsáveis pela coloração da pele.

Por se tratar de uma condição multifatorial, não é possível definir uma causa exata para o melasma. Contudo, existem alguns fatores que predispõem o desenvolvimento desse problema de pele.

A exposição excessiva aos raios solares sem proteção, assim como fatores hormonais, predisposições genéticas e até o uso de certos medicamentos e cosméticos são alguns deles.

É importante lembrar que esses fatores não são necessariamente exclusivos, e o melasma pode surgir devido a uma combinação deles.

Para obter um diagnóstico preciso e um tratamento adequado, é recomendável consultar um dermatologista, que poderá avaliar sua pele, histórico médico e orientar as melhores opções terapêuticas.

Entre em contato por Whatsapp
Entre em contato por WhatsApp

Qual são os tipos de melasma mais comuns?

tipos de melasma

Atualmente existem 3 tipos mais comuns de melasma, que se classificam conforme a profundidade do pigmento. São eles:

1. Melasma epidérmico (superficial)

Também conhecido como melasma de grau 1, esse é um dos tipos de melasma que possui uma coloração marrom-escura. Sua borda é bem definida e por seu pigmento prevalecer na camada mais superficial da pele, a resposta desse tipo ao tratamento é maior.

2. Melasma dérmico (profundo)

O Melasma dérmico ou de grau 2 é um tipo que onde as manchas surgem com uma coloração marrom mais clara ou em tom azulado.

Ao contrário do Melasma epidérmico, nesse tipo as bordas das manchas não são bem definidas. Além disso, como as células hiperpigmentadas predominam nas camadas mais profundas da pele (derme), então esse é um dos tipos de melasma que não responde bem ao tratamento.

3. Melasma Misto

O melasma Misto ou de grau 3 é o tipo mais severo de Melasma, sobretudo porque trata-se de uma condição caracterizada pela presença de manchas de vários tamanhos e com uma coloração mais escura que os demais tipos.

Normalmente, essa é uma condição que apresenta maior resistência ao tratamento e, portanto, exige uma abordagem mais intensa para gerar alguma melhora mais significativa.

O que acaba com o melasma?

Embora seja uma condição inofensiva para pele, o Melasma, quando não tratado, pode agravar seu quadro e acabar prejudicando a autoestima e autoimagem de quem possui o problema.

Sendo assim, a primeira coisa a se fazer ao identificar essa condição é buscar tratamento. De modo geral, o Melasma é uma condição que não tem cura.

Veja o vídeo de Melasma do Dr. Szerman:

Contudo, existem atualmente ótimos tratamentos que ajudam a suavizar as manchas na pele tornando-as praticamente imperceptíveis. Entre os principais tratamentos para melasma estão:

  • Peelingtratamento onde se aplica substâncias que promovem uma renovação da pele, clareando as manchas de forma eficiente e gradativa.
  • Laser de CO2 – Tratamento aprovado pela FDA, o Laser de CO2 emite ondas de calor sobre a pele, destruindo o pigmento responsável pelo melasma, suavizando as manchas e tratando o problema de dentro para fora.

Como existem diferentes causas, tipos de melasma e formas de tratamento, o ideal para garantir uma abordagem que oferece os melhores resultados é fazer uma consulta inicial com um dermatologista para que esse profissional avalie seu caso e, então, possa traçar a linha de tratamento mais adequada conforme seus objetivos e necessidades.

Contato:

Entre em contato por Whatsapp
Entre em contato por WhatsApp

Veja também os artigos mais recentes:

Tem como eliminar melasma definitivamente?

Três métodos de tratar melasma

Dúvidas sobre manchas na pele

Você também pode gostar destes conteúdos

Descubra o tratamento mais indicado para você

Faça o nosso TESTE ON-LINE e descubra o tratamento mais indicado para o seu caso, valores e formas de pagamento!

Duração: 1 minuto

Fale no WhatsApp
Fale no WhatsApp
Escanear o código
Olá 👋
Como podemos te ajudar?