A Hiperidrose tem cura? Conheça as causas e tratamentos

Escute o áudio do tratamento | Dr.Szerman


transpiração excessiva (hiperidrose) pode ter como causa outras doenças subjacentes como a ansiedade

Talvez você não saiba, mas pode ter uma disfunção que provoca suor excessivo. Afinal, a hiperidrose acomete cerca de 2% a 3% da população e, no entanto, menos de 40% procura tratamento. 

hiperidrose é uma disfunção da sudorese, condição normal do nosso corpo que ajuda a manter a temperatura. A hiperidrose pode decorrer de diferentes causas, como fatores emocionais, hereditários ou doenças, sendo necessário investigações clínicas para entender o problema. 

A Clinica de Pele | Dr.Szerman explica as principais características da sudorese e como funciona um dos tratamentos que inibem esse problema temporariamente: a toxina botulínica. Descubra como funciona o tratamento: clique aqui.

Como identificar a hiperidrose?

A sudorese está diretamente ligada ao controle da temperatura corporal. Estímulos emocionais ou uma maior sensibilidade dos centros reguladores de temperatura podem desencadear o processo.

hipersecreção das glândulas écrinas é a principal causa das alterações observadas. Existem de 2 a 5 milhões de glândulas écrinas distribuídas por todo o corpo e elas têm importante papel na termorregulação.

Atividades físicas, calor e nervosismo são situações em que a sudorese pode aparecer, por exemplo. Mas acontece que a hiperidrose (sudorese excessiva) surge independentemente dessas situações e até mesmo quando estamos em repouso, aparecendo por todo o corpo ou em áreas específicas, como palma das mãos, axilas, cabeça, planta dos pés, virilha e rosto. 

Tratamento para suor excessivo – Rio de Janeiro

Tipos

Existem dois tipos de hiperidrose:

  • Hiperidrose primária focal: Normalmente, há uma pessoa da família com o mesmo problema. Aparece na infância ou adolescência, geralmente nas mãos, pés, axilas, cabeça ou rosto.
  • Hiperidrose secundária generalizada: A diferença fundamental entre primária é que a sudorese excessiva pode ocorrer durante o sono e acomete todo o corpo ou em regiões incomuns. Esse tipo de condição geralmente aparece na fase adulta causada por uma condição médica ou pelo efeito colateral de uma medicação.

Dúvidas? Acesse nosso F.A.Q – clique aqui.

Como tratar a hiperidrose com a toxina botulínica

 

A hiperidrose é um quadro que deve ser analisado por um médico dermatologista para identificar a área acometida e avaliar sobre os possíveis tratamentos. Um deles, muito comum para tratar o problema, é utilizar a toxina botulínica que bloqueia temporariamente a sudorese. A aplicação é o procedimento cosmético de maior crescimento do mundo de acordo com a American Society for Aesthetic Plastic Surgery (ASAPS). Por seus resultados rápidos e seguros, tornou-se um dos recursos mais procurados na atualidade.

É necessária apenas uma aplicação e os resultados já começam a aparecer em alguns dias, chegando ao efeito máximo duas semanas após o procedimento. O efeito da toxina na hiperhidrose dura aproximadamente de 4 a 10 meses, dependendo de uma resposta individual e do grau de sudorese. 

O tratamento não é definitivo e para manter os resultados sugere-se uma nova aplicação após esse período. Depois de repetidas aplicações, os resultados costumam ser mais duradouros, de forma progressiva.

Para tornar o procedimento mais confortável, pode ser aplicada uma pomada anestésica local antes da aplicação da toxina botulínica -A.

 Contato via WhatsApp Fale agora! (21) 98086-2370 

Porque é necessário reaplicar a toxina botulínica?

Quando aplicado na pele, a toxina botulínica inibe o nervo da glândula sudorípara. O nervo fica absolutamente normal e a glândula de suor também, mas não há passagem do estímulo que provoca o suor. Como a hiperidrose é apenas uma abundância de suor, a toxina botulínica é capaz de abolir temporariamente a hiperidrose.

Como o nervo fica íntegro e a glândula de suor, também ocorre, após alguns meses, uma religação do nervo na glândula e o estímulo nervoso volta a agir e o suor retorna. Mas a toxina botulínica pode ser reaplicada e o tratamento da hiperidrose vai ocorrer novamente.

Vantagens do procedimento

uso da toxina botulínica como tratamento da hiperidrose possui benefícios importantes a serem considerados. O procedimento não exige internação, por exemplo, já que é feito no consultório médico. 

Outra vantagem da aplicação da toxina botulínica é o mínimo risco que ela traz ao paciente, por ser um procedimento não cirúrgico. Além disso, a pessoa que passa por esse tipo de tratamento pode voltar ao trabalho no mesmo dia da aplicação. 

Recomenda-se aguardar 24 horas para retornar as atividades físicas e evitar calor após a sessão.

Saiba mais informações com os médicos da Clinica de Pele | Dr.Szerman, agende uma consulta. Tratamento para hiperhidrose Rio de Janeiro.

 

F.A.Q

Nós utilizamos a toxina botulínica tipo A, pois é a que mais se adequa ao resultado esperado, atuando efetivamente no problema do suor excessivo e o procedimento é  praticamente sem dor. Os resultados costumam ser muito bons, com grande redução de suor e alto grau de satisfação dos pacientes.

Saiba mais informações com os médicos da Clínica de Pele | Dr.Szerman e sobre os tratamentos com o Laser de CO2 no RJ, agende uma consulta clicando aqui.

Fale conosco!

Cuide da sua pele com mais conforto e segurança na Clínica de Pele