A Hiperidrose tem cura? Conheça as causas e tratamentos

Escute o áudio do tratamento | Dr. Szerman explica em 3 minutos 

 

A transpiração excessiva (hiperidrose) pode ter como causa outras doenças subjacentes como a ansiedade

Talvez você não saiba, mas pode ter uma disfunção que provoca suor excessivo. Afinal, a hiperidrose acomete cerca de 2% a 3% da população e, no entanto, menos de 40% procura tratamento. 

A hiperidrose é uma disfunção da sudorese, condição normal do nosso corpo que ajuda a manter a temperatura. A hiperidrose pode decorrer de diferentes causas, como fatores emocionais, hereditários ou doenças, sendo necessário investigações clínicas para entender o problema. 

A Clinica de Pele | Dr.Szerman explica as principais características da sudorese e como funciona um dos tratamentos que inibem esse problema temporariamente: a toxina botulínica. Descubra como funciona o tratamento: clique aqui.

 

Como identificar a hiperidrose?

A sudorese está diretamente ligada ao controle da temperatura corporal. Estímulos emocionais ou uma maior sensibilidade dos centros reguladores de temperatura podem desencadear o processo.

A hipersecreção das glândulas écrinas é a principal causa das alterações observadas. Existem de 2 a 5 milhões de glândulas écrinas distribuídas por todo o corpo e elas têm importante papel na termorregulação.

Atividades físicas, calor e nervosismo são situações em que a sudorese pode aparecer, por exemplo. Mas acontece que a hiperidrose (sudorese excessiva) surge independentemente dessas situações e até mesmo quando estamos em repouso, aparecendo por todo o corpo ou em áreas específicas, como palma das mãos, axilas, cabeça, planta dos pés, virilha e rosto. 

 

 

Tratamento para suor excessivo – Rio de Janeiro

Tipos

Existem dois tipos de hiperidrose:

  • Hiperidrose primária focal: Normalmente, há uma pessoa da família com o mesmo problema. Aparece na infância ou adolescência, geralmente nas mãos, pés, axilas, cabeça ou rosto.

  • Hiperidrose secundária generalizada: A diferença fundamental entre primária é que a sudorese excessiva pode ocorrer durante o sono e acomete todo o corpo ou em regiões incomuns. Esse tipo de condição geralmente aparece na fase adulta causada por uma condição médica ou pelo efeito colateral de uma medicação.

Dúvidas? Acesse nosso F.A.Q – clique aqui.

 

 

Como tratar a hiperidrose com a toxina botulínica

 

A hiperidrose é um quadro que deve ser analisado por um médico dermatologista para identificar a área acometida e avaliar sobre os possíveis tratamentos. Um deles, muito comum para tratar o problema, é utilizar a toxina botulínica que bloqueia temporariamente a sudorese. A aplicação é o procedimento cosmético de maior crescimento do mundo de acordo com a American Society for Aesthetic Plastic Surgery (ASAPS). Por seus resultados rápidos e seguros, tornou-se um dos recursos mais procurados na atualidade.

É necessária apenas uma aplicação e os resultados já começam a aparecer em alguns dias, chegando ao efeito máximo duas semanas após o procedimento. O efeito da toxina na hiperhidrose dura aproximadamente de 4 a 10 meses, dependendo de uma resposta individual e do grau de sudorese. 

O tratamento não é definitivo e para manter os resultados sugere-se uma nova aplicação após esse período. Depois de repetidas aplicações, os resultados costumam ser mais duradouros, de forma progressiva.

Para tornar o procedimento mais confortável, pode ser aplicada uma pomada anestésica local antes da aplicação da toxina botulínica -A.

 Contato via WhatsApp Fale agora! (21) 98086-2370 

 

Porque é necessário reaplicar a toxina botulínica?

Quando aplicado na pele, a toxina botulínica inibe o nervo da glândula sudorípara. O nervo fica absolutamente normal e a glândula de suor também, mas não há passagem do estímulo que provoca o suor. Como a hiperidrose é apenas uma abundância de suor, a toxina botulínica é capaz de abolir temporariamente a hiperidrose.

Como o nervo fica íntegro e a glândula de suor, também ocorre, após alguns meses, uma religação do nervo na glândula e o estímulo nervoso volta a agir e o suor retorna. Mas a toxina botulínica pode ser reaplicada e o tratamento da hiperidrose vai ocorrer novamente.

 

 

Vantagens do procedimento

O uso da toxina botulínica como tratamento da hiperidrose possui benefícios importantes a serem considerados. O procedimento não exige internação, por exemplo, já que é feito no consultório médico. 

Outra vantagem da aplicação da toxina botulínica é o mínimo risco que ela traz ao paciente, por ser um procedimento não cirúrgico. Além disso, a pessoa que passa por esse tipo de tratamento pode voltar ao trabalho no mesmo dia da aplicação. 

Recomenda-se aguardar 24 horas para retornar as atividades físicas e evitar calor após a sessão.

Saiba mais informações com os médicos da Clinica de Pele | Dr.Szerman, agende uma consulta. Tratamento para hiperhidrose Rio de Janeiro.

F.A.Q

Nós utilizamos a toxina botulínica tipo A, pois é a que mais se adequa ao resultado esperado, atuando efetivamente no problema do suor excessivo e o procedimento é  praticamente sem dor. Os resultados costumam ser muito bons, com grande redução de suor e alto grau de satisfação dos pacientes.

Estímulos emocionais ou uma maior sensibilidade dos centros reguladores de temperatura. A sudorese está diretamente ligada ao controle da temperatura corporal. Além disso, algumas doenças metabólicas ou lesões neurológicas também podem dar origem ao quadro.

O dermatologista atua aplicando a toxina botulínica tipo A. Ou em casos mais graves um médico cirurgião.  (Conheça nosso tratamento para hiperidrose, clique aqui)

Desodorantes a base de hidróxido de alumínio são utilizados pelos dermatologistas para ajudar na hiperidrose, pois costumam oferecer alguma ajuda, mas nos casos mais graves de sudorese é necessário realizar o tratamento com a toxina botulínica.

Matérias

Fotos

Fotos

Vídeos Vídeos com explicação sobre o tratamento de Hiperhidrose… Hiperhidrose A…
Vídeos

Vídeos

Vídeos com explicação sobre o tratamento de Hiperhidrose…
Tratamentos estéticos: quais os valores de cada um?

Tratamentos estéticos: quais os valores de cada um?

Os valores dos tratamentos estéticos variam segundo uma série de…
Dermatologista no Rio de Janeiro

Dermatologista no Rio de Janeiro

Procurando um dermatologista no Rio de Janeiro? Na Clínica de…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *